Natal em Paris: um momento mágico na Cidade Luz

O fim de ano em Paris já é conhecido mundialmente pela beleza, uma vez que toda a cidade entra no clima de Natal e se torna ainda mais iluminada, tanto pelas luzes decorativas, quanto pelas vitrines cuidadosamente preparadas.

As pessoas vão para as ruas, que se enchem também de turistas de todo o mundo. É um excelente momento também para aproveitar as delícias dos mercados temáticos que são preparados especialmente para o Natal em Paris, com produtos típicos da época e outras delícias.

Abaixo, separamos alguns dos principais lugares que você precisa visitar em Paris durante o Natal para dizer que realmente aproveitou o fim de ano na Cidade Luz. Veja, anote e viva toda a magia do Natal em Paris!

Natal em Paris

Luzes de Natal na Champs-Elysées

É o ponto alto do Natal em Paris, lugar imprescindível em qualquer visita à Cidade Luz, sobretudo no final de ano, quando está lindamente iluminada com a temática natalina. O melhor é aproveitar para seguir por toda a extensão da avenida e apreciar o que há de mais belo desde o Arco do triunfo até a Place de la Concorde.

Neste trajeto você vai passar pelo tradicional Mercado de Natal, no qual diversas barracas vendem produtos natalinos diversos e delícias da culinária francesa.

Luzes e decorações em outras localidades

Em outros pontos da cidade a iluminação e decoração de Natal também se destacam. Veja outros pontos para visitar:

Place Vendome e arredores

Avenida Montaigne

Lojas de Departamento em diversos pontos da cidade, fazendo concorrência com a Champs-Elysées, principalmente na região da Ópera Garnier e na Galeries Lafayettes;

Árvore de Natal na Catedral de Notre-Dame

A impressionante Catedral de Notre-Dame fica ainda mais bela no Natal, quando abriga uma enorme árvore em sua praça principal. Vale a pena visitar e se encantar!

Mercados de Natal em Paris

Diversos mercados de Natal são promovidos durante o fim de ano em Paris, cada um com sua particularidade e seus produtos, marcando bem as características de cada quartier da Cidade Luz.

Se você quer aproveitar bem o fim de ano em Paris com todo conforto e segurança, sem perder nada do que acontece na capital francesa e região, contrate os serviços da Minha Paris!

Visite o Museu do Vinho com a Minha Paris

Localizado no 16º arrondissement, bem perto dos jardins do Trocadéro, as antigas caves da Abbaye de Passy, que foram pedreiras entre o século XIII e XVIII, abrigam hoje o Museu do Vinho. É sem dúvidas um dos lugares que você precisa visitar na capital francesa.

Bem na entrada do museu é possível observar a presença de várias fontes de águas minerais subterrâneas, algumas delas descobertas na região chamada de Passy ainda em meados do século XVII. Foi este o que motivou o nome dado à Rue des Eaux. 

Museu do vinho 

Atualmente ainda é possível apreciar muito mais do que os registros históricos das escavações geológicas feitas na região, mas aproveitar para conhecer melhor o processo de fabricação do produto que é referência para o mundo inteiro: o vinho francês!
As caves que abrigam hoje o Museu do Vinho de Paris é considerado o local perfeito para guardar as melhores garrafas de vinho.

Não é atoa que o museu é hoje um dos principais centros de formação profissional para enólogos e sommeliers de todo o mundo. São oferecidos cursos de degustação, conferências e noites temáticas, tudo com o objetivo de transmitir todo o conhecimento sobre os melhores vinhos franceses. 

O Museu abre de terça à domingo das 10h à 18h e possui, além das visitas, degustação de vinhos a preços que podem variar de acordo com o valor pago pelo ingresso.

Em uma visita à Paris, o Museu do Vinho é sem dúvida alguma um dos lugares indispensáveis para conhecer. Este é mais um passeio que seus clientes podem fazer com todo o conforto e segurança utilizando os serviços da Minha Paris.

Outlet Amigo: facilidade e os melhores preços em um só lugar!

Se você quer fazer compras em Paris a melhor opção é contar com as facilidades que só a Outlet Amigo pode proporcionar. Por se tratar de uma loja on-line “duty free”, funciona 24 horas, 7 dias por semana e conta com entrega rápida em qualquer endereço da capital francesa (seja residência ou hotel). 

Se você está visitando Paris, as vantagens são ainda maiores: você pode se beneficiar do reembolso de imposto, conhecido como Detaxe, que chega a 15% do valor investido, o que é maior do que nas lojas parisienses.

São mais de 6 mil produtos das melhores e mais famosas marcas de produtos de beleza e saúde, além de lembrancinhas com motivos franceses e parisienses, além de outras utilidades e produtos licenciados e exclusivos do clube de futebol Paris Saint Germain (PSG).

Acesse www.outletamigo.com e aproveite os melhores preços e facilidades da Outlet Amigo!

Visite também : www.papa-cash.com e receba gratuitamente cupons de descontos para serviços e produtos variados.

Castelo Vaux le Vicomte mais da história ao lado de Paris

O castelo Vaux le Vicomte está situado a 55 km de Paris, sendo um delicioso passeio que faz brilhar os olhos de todos que querem conhecer mais sobre a história da França sem sair dos arredores da capital francesa. O local foi o palco de uma história trágica.

Era nele que morava Fouquet, o ministro do jovem rei Louis XIV, que tinha apenas 22 anos na época. O castelo era considerado o mais bonito da França, localizado entre duas residências reais, que era o chatêau de Vincennes e o de Fontainebleau. Nesta época, o castelo de Versailles ainda não existia. 

A história do Castelo Vaux le Vicomte 

A história conta que no dia 17 de agosto de 1661 Fouquet organizou uma enorme festa para o rei, que por sua vez ficou com ciúmes da riqueza e opulência do seu ministro. O resultado foi que Louis XIV ordenou a sua prisão perpétua, designando o mosqueteiro d’Artagnan, que era o chefe dos mosqueteiros, para a execução da sentença.

Na verdade, a história é muito mais complexa, pois sofre influência de todo um contexto especial daquela época, como o colapso financeiro do reino, intrigas, verbas desviadas, entre outros. Atualmente é um castelo privado, estando totalmente mobiliado e bem conservado. 

Quem visita o local até o dia 11 de outubro pode ver o castelo iluminado com mais de 2.000 candelabros, nos sábados à noite, reproduzindo o ambiente das festas organizadas por Fouquet. O ambiente fica completo com um bar à champagne e a música clássica que se ouve nos jardins. 

Estando em Paris, conhecer o Castelo Vaux le Vicomte é quase obrigatório, seja pela beleza, pela história ou mesmo pela proximidade. Este é mais um passeio que você pode fazer com todo conforto e segurança utilizando os serviços da Minha Paris.

Reims e Champagne: lugares de visita indispensável

Já dissemos aqui que a França possui lugares obrigatórios para se visitar e, com certeza, a cidade de Reims e toda a região da Champagne estão entre eles. Localizada a 150km de Paris, Reims é considerada a capital da região da Champagne. Há quem considere como cidade principal desta região Épernay, que é onde se encontra a sede da Moët & Chandon, marca mais famosa entre os Champagnes mundialmente conhecidos.  

Reims e Champagne 

Reims é uma cidade que foi desfigurada pela 2ª Guerra Mundial, mas que conseguiu conservar os grandes tesouros que possuía, entre eles belíssima Catedral de Notre-Dame, lugar escolhido para a cerimônia de coroação de 25 reis da França, e o famoso Palácio do Tau, local onde aconteciam as festas de coroação.

Apesar de toda a beleza e histórias que envolvem a cidade e seus monumentos e construções, o que leva milhares de pessoas até a cidade todos os anos são as caves das marcas mais famosas de champagne do mundo. Grande parte delas está localizada na parte sul do centro histórico, muito próximas umas das outras, mantendo uma concorrência bastante saudável. 

Champagne 

O grande barato das visitas às caves na região da Champagne é conhecer como é o complexo processo de fabricação do Champagne, que somente podem levar este nome quando feito nesta região (o produto tem origem controlada).
As visitas guiadas possuem duração média entre uma hora e meia e duas horas, começando sempre quando chega um número de pessoas suficiente para compor um grupo.

Vale lembrar que todas as visitas terminam com uma deliciosa degustação de Champagne, onde é possível saborear os diferentes tipos do produto. É importante lembrar que o centro da cidade possui comércios variados, cafés e restaurantes com comidas típicas da região, o que também é muito importante conhecer.

Não se esqueça de que este é mais um passeio que seus clientes podem fazer com todo conforto e segurança com a Minha Paris!

Lourdes: lugar de fé e harmonia com a natureza

Lourdes é, sem dúvidas, um dos santuários cristãos mais conhecidos e visitados em todo o mundo. A cidade, que fica a 850 km de Paris, está localizada no sudoeste da França, sendo também a porta de entrada para os vales dos rios Arrens, Cauteres, Ossau e Gavarnie.

O santuário de Lourdes recebe aproximadamente 6 milhões de visitantes por ano, o que coloca a cidade entre os principais destinos do turismo religioso mundial. Muitas pessoas vêm apenas para conhecer o famoso local e sua história, mas a grande parte delas busca pedir ou agradecer por algum milagre recebido, como a cura de uma doença ou outra graça alcançada por intermédio de Nossa Senhora de Lourdes.

É importante destacar que Lourdes é um destino que possui uma estrutura invejável para receber os peregrinos de todo o mundo, contando inclusive com mais hotéis per capita do que qualquer outra cidade lugar da França.

História de Lourdes

Foi em janeiro de 1858, que a menina Bernadette Soubirous, na época com apenas 14 anos, afirmou ter tido visões da Virgem Maria em uma gruta rochosa. Segundo ela, orientações divinas a conduziram até uma fonte na Frotte de Massabielle. A última visão tida pela garota foi em 1862 e desde então milhares peregrinos visitam a gruta diariamente para encher garrafas, deixar suas homenagens, presentes, símbolos dos milagres alcançados, etc.

Muitas pessoas visitam também a casinha na Rue des Petits-Fossés, onde a menina viveu com a família. As visões de Bernadette foram reconhecidas pelo Vaticano e a garota foi beatificada em 1933. Foi construída uma igreja sobre a gruta, que conta com uma imagem da Virgem no nicho onde se deu a aparição.

Outros locais importantes para visitar são a Basilique du Rosaire, construída em honra de Bernadette em 1889, e a Basilique de Saint Pie X, que é uma igreja subterrânea que foi consagrada em 1958, ano do centenário das visões. Esse templo pode abrigar cerca de 30 mil pessoas. Ao redor do local, há várias construções e monumentos em homenagem à Bernadette - é o Santuário Notre-Dame de Lourdes.

No entorno da cidade também existem outros lugares interessantes para fazer uma visita, como as cavernas (cerca de 15 km ao sudoeste); o Pic du Jer, que é uma montanha de 95 metros de altitude que fica perto da cidade. Vale lembrar que as atividades religiosas e de ecoturismo da cidade funcionam melhor entre abril e outubro, quando o clima está mais agradável para a realização de atividades ao ar livre (como missas e procissões à luz de velas).

Você pode conhecer o santuário de Lourdes e diversos outros lugares incríveis da França com a Minha Paris, sempre com todo o conforto e segurança que você merece!

Conheça as estações ferroviárias de Paris

Se tem uma coisa que Paris não perde para nenhuma outra grande cidade do mundo é em relação às estações ferroviárias. Seja pela beleza ou história de cada uma delas, estes lugares certamente merecem uma visita, ainda que seja apenas para conhecer.

Algumas destas estações estão sendo reformadas, outras já possuem data marcada para começar os trabalhos. Isto é necessário, pois todas elas datam do final do século 19, como a Gare du Nord, Gare Austerlitz, Garde de l’Est, Gare de Lyon; ou início do século 20, como Gare Saint Lazare e a Gare Montparnasse.

Elas possuem uma arquitetura magnífica e são espaços imponentes, mesmo para quem está acostumado a viajar. Um dos exemplos da importância e beleza destas construções é a antiga Gare Orsay, que ganhou outra utilidade e se transformou no atual (e maravilhoso) Musée d’Orsay.

Estações ferroviárias de Paris

A Gare Saint Lazare acabou de ser reformada, ganhando uma nova entrada luminosa, uma galeria comercial com capacidade para atender bem os seus milhares de viajantes diários.

Já a Gare de Lyon está sendo renovada em etapas, devendo ficar pronta em 2017. Ela está entre as mais belas e importantes de Paris, abrigando inclusive o famoso restaurante Le Train Bleu, que possui uma decoração belíssima e também merece uma visita.

A Gare du Nord foi a primeira estação da Europa e terceira do mundo. É onde desembarcam todos os dias milhares de viajantes vindos de Londres. Ela está passando por uma reforma que deve ficar pronta em 2018. Após as obras ela estará totalmente renovada, encontrando assim todo o esplendor de sua arquitetura que foi construída em 1846.

Outra estação que também vai passar por uma reforma significativa é a Gare d’Austerlitz, que deverá ser totalmente renovada até 2021. Já a Gare Montparnasse, que segundo os franceses é a “menos interessante”, deverá passar por reforma total também entre 2017 e 2019, uma maneira de inserir de maneira correta esta importante porta de entrada para a Cidade Luz. 

Não se esqueça que você pode conhecer todos os pontos turísticos de Paris e região com a Minha Paris, contando com todo o conforto e segurança que você merece!

5 dicas para apreciar o por do sol em Paris

Quem nunca sonhou em ver um por do sol em Paris? Uma das vantagens de visitar a Cidade Luz no verão é a possibilidade de aproveitar melhor o dia, que conta com a luz solar por mais tempo, e poder assistir o sol se por em diversos lugares, cada um mais lindo que o outro.

Se você está vindo à Paris e quer encontrar um lugar legal para assistir ao por do sol, separamos para você os mais procurados, o que pode te ajudar a não perder este espetáculo por nada. Vale lembrar que a Minha Paris leva você para conhecer toda a Cidade Luz com conforto e segurança. Veja agora a lista com os 5 melhores lugares para ver o sol se por!

Por do sol em Paris

Fazendo um piquenique nas margens esquerdas do rio Sena. Vale lembrar que é preciso ficar antes da Pont Alexandre III, para que você possa ver o sol se por atrás dela.

Em um passeio de bike no centro de Paris, onde você pode ver o por do sol atrás da Catedral de Notre Dame, admirando em seguida a Torre Eiffel iluminada.

Durante um jantar no terraço do restaurante L’oiseu Blanc, que fica no Hotel Peninsula. No verão são instaladas mesas na cobertura, ao ar livre, o que promove uma vista inigualável para a Torre Eiffel.

No Parque de Belleville, que fica no 20° arrondissement de Paris. O melhor deste local é que ele é bem menos concorrido do que o Montmartre, com uma vista tão bonita quanto.

Da Torre Montparnasse, que é bem mais barato e simples de conseguir do que na Torre Eiffel. Por ser muito alto, o prédio promove uma vista completa da cidade, sendo um lugar excelente para tirar belas fotos do por do sol em Paris.

Um alívio na sede: a beleza das fontes de água potável de Paris

As fontes de água potável de Paris são mais do que simplesmente uma utilidade para quem está passeando pela Cidade Luz, muitas delas trazem também muita beleza e charme, o que combina muito com a própria história da capital francesa. Ao todo são aproximadamente 120 fontes de água potável, espalhadas pelos 20 arrondissements. E você pode beber a água sem medo algum, pois há um controle rigoroso e quase diário da qualidade.

Fontes de água potável em Paris

Foi na idade média que as fontes de água potável começaram a ser construídas na capital francesa, pois naquela época não havia uma rede de distribuição tão eficaz como a atual. Era uma necessidade da época, pois quase ninguém tinha água encanada em casa e precisava ir até uma destas fontes para beber e fazer as coisas do dia a dia. Neste período as fontes eram abastecidas por aquedutos ou mesmo desviadas do rio Sena ou pequenos riachos.

Hoje você pode encontrar estas fontes em locais bem conhecidos, em pontos turísticos de destaque da cidade. Alguns exemplos são na Prefeitura de Paris (Hôtel de Ville), Catedral de Notre Dame, Louvre, Jardin de Luxembourg, Jardins de Tuilleries, Montmartre (Sacre-Coeur), e também perto da Torre Eiffel. Cada uma guarda sua particularidade, umas em forma de torneirinha, outras mais estilosas. Não há dúvidas que as mais belas são as conhecidas "Fontaines Wallace", que são aquelas em forma de estátuas, várias delas do século XVIII.

Vale lembrar que em 2010 a prefeitura de Paris iniciou um projeto para implantar fontes de água com gás por toda a cidade. Atualmente já existem 6, nas quais você pode beber gratuitamente o quanto quiser. Os endereços são: na entrada do Parc André Citroën; no Jardim d'Eoli; nas Berges do Seine; no Parc Martin Luther King, no Jardin de Reuilly e a mais nova fica na rue Neuve-Tolbiac, no número 19 (próximo à Biblioteca Nacional).  Se você quiser saber onde estão as fontes pode clicar aqui neste mapa.

Aproveite para conhecer todos estes pontos turísticos com a Minha Paris, com todo conforto e segurança.

O que fazer no calor em Paris?

É uma grande verdade que a imagem de Paris está ligada ao glamour dos dias frios, dos casacos de pele e de todo o charme da cidade mais linda do mundo. Mas pouco se fala dos dias de calor, quando as temperaturas ultrapassam os 30 graus e transforma a Cidade Luz em sauna. Se você virá à Paris no verão, nãos e desespere: tem muita coisa para fazer e se divertir ainda que a temperatura esteja lá em cima. 

A primeira coisa que se tem a favor é que os dias ficam mais longos, com o sol nascendo por volta das 6h30 da manhã e se pondo em torno das 22hs. O que isso significa? Muito mais tempo para apreciar a beleza de Paris! Além disso, o fato de usar roupas mais leves dá muito mais disposição para caminhar e conhecer cada canto da cidade. 

O que fazer no calor em Paris? 

Quem disse que Paris não tem praia? A “Paris Plage” funciona durante boa parte do verão e é uma ótima opção para quem quer se refrescar e curtir um clima praiano às margens do rio Seine. Ela fica sempre à margem direita do rio, entre a Pont des Arts e a Pont de Sully, ou então na Bassin de la Vilette, no Quai de la Loire. 

Fazer um piquenique ao entardecer aos pés da torre Eiffel ou em algum outro parque é sem dúvidas uma ótima pedida para enfrentar o calor. Se no Brasil é considerado “farofa”, em Paris é o que há de mais normal, tanto para turistas quanto para moradores da cidade. A única ressalva é olhar antes o horário de fechamento do parque, para não ficar na mão depois.

Neste período acontecem diversos cursos de dança gratuitos às margens do rio Sena, o que é um convite mais do que justo para quem gosta de dançar e se divertir! 

Outra grande tradição da cidade no verão são os peniches, que são barcos estacionados à margem esquerda do Sena, em frente à Bibliothèque Nationale de France. A vantagem é o clima mais úmido e o fato de serem afastados do barulho do centro.

Toda a região do Canal Saint-Martin também se destaca neste período mais quente, sendo considerada uma das áreas mais descoladas da cidade. São diversas atividades disponíveis lá para adultos e crianças, o que vale a pena conferir. 

Esqueça o metrô e os ônibus e alugue uma Velib’, sistema de transporte público de bicicletas de Paris. Qualquer pessoa pode alugar e conhecer a cidade sobre duas rodas.

Não podemos deixar de falar dos bosques da cidade, o que é sem dúvidas um dos melhores programas para os dias quentes. O Bois de Boulogne e o Bois de Vincennes são belíssimos e você vai se refrescar bastante em meio à natureza.

Não se esqueça de que a Minha Paris leva você para todos os atrativos de Paris e região com todo conforto e segurança (e ar condicionado!). Conheça nossos serviços!